À beira do mar – 29 de Janeiro de 2013

Meu próximo destino seria San Francisco e meu plano era fazer o trajeto pela costeira Highway 1. É um caminho realmente impressionante, com paisagens incríveis. Só que o trajeto não é feito por ônibus, pois todos tomam a principal e mais movimentada via, a Highway 101, que vai mais por dentro. A única opção de transporte público seria o trem da AMTRAK, que faz alguns trechos beirando o mar. Preferi a fazer de carro mesmo, pois teria mais liberdade e poderia fazer todo o percurso na beira-mar. Em Santa Barbara comecei a fazer contato, via Couchsurfing, com gente que estivesse com a mesma intenção, tanto para rachar os custos, como porque não tenho licença para conduzir. Terminei sendo contactado por uma alemã chamada Rieke que também tinha os mesmos planos. Ela veio de Los Angeles e durmiu uma noite na casa das minhas amigas em Santa Barbara. Pesquisamos os valores de aluguel de carro e no dia seguinte fomos ao aeroporto já com as mochilas prontos pra partir. Escolhemos o carro e pé na estrada!

IMG_5071

No início do caminho, quando ainda estamos um pouco afastados da costa, a estrada é rodeada por belas montanhas. Depois chegamos ao grande Pacífico e a estrada começa a estender-se por baixadas que, por vezes, alongam-se em vastas planícies. A estrada, algumas vezes, se projeta como retões sem fim, mas também muitas outras vezes, principalmente à medida que avançamos ao norte, se esgueira por entre paredões rochosos e o mar revolto. Em alguns trechos, são necessárias pontes para atravessar a rocha, que mergulha abruptamente sobre as águas. Só por essa pequena descrição, já dá pra imaginar que as paradas pra curtir o visu são muito freqüentes…

IMG_5065

Passamos por uma praia abarrotada de elefantes marinhos. As curiosas criaturas estavam ali estendidas na areia, tomando seu banho de sol. Algumas disputavam seu território na areia, outras buscavam um parceiro pra trepar e a maioria estava só de bobeira na preguicinha.

IMG_5100

IMG_5119

Um ponto interessante dessa estrada é o Castelo Hearst, o maior castelo das américas. Foi construído por William Hearst, magnata das telecomunicações que inspirou o filme Cidadão Kane, de Orson Welles. Não fomos lá, até porque a entrada era paga e também porque iria consumir demais nosso tempo. Preferimos reservar nosso precioso tempo para aquela natureza esplendorosa.

IMG_5094

Castelo Hearst ao longe

Numa parte em que a estrada sai da linha costeira e penetra pelos bosques de um parque natural, paramos num restaurantezinho na beira da estrada pra comer alguma coisa. Paramos ainda muitas vezes no caminho, até que, quando se aproximava o crepúsculo, paramos numa praia para contemplar o Astro-Rei submergindo nas profundezas do Pacífico, enquanto era cortejado por gaivotas e pelicanos.

IMG_5138

A partir daí seguimos direto para nosso destino final e logo chegamos a San Francisco. Deixamos o carro no aeroporto e nos despedimos, indo cada um pro seu lado. Peguei o metrô para Oakland, onde tinha conseguido um couch.

IMG_5151

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s