10 de Dezembro de 2012 – See ya soon, New York!

Esse é o dia de nosso vôo para Amsterdã. Como seria apenas à tarde, tiramos a manhã para passear pelo Central Park. Antes fomos imprimir nossas passagens e é meio complicado imprimir fora de casa. Tivemos de procurar na internet e só achamos um lugares distantes. Geralmente são cadeias, como a FEDEX. Não vi lojinhas que fazem impressão fotocópia, como tem aos montes no Brasil. O lugar mais próximo era uma loja FEDEX várias quadras ao sul. Pegamos o metrô e fomos pra lá. O atendimento é todo automático. Você tem de levar alguma mídia para inserir numa impressora, pagar com o cartão e ainda você mesmo operar a máquina. Neste país, tudo é pretexto para ganhar dinheiro e fazer negócio, o problema é que não querem inserir muita gente na parada…

Bem, feito isso, fomos ao parque e de lá voltamos caminhando rumo ao norte. O clima nublado e a vegetação desfolhada pelo Inverno ocultou o charme daquilo que é a válvula de escape para a maior metrópole do planeta. No entanto, para mim, brasileiro, que estou acostumado com uma paisagem só o ano inteiro lá nos trópicos, aquelas árvores secas tinham um charme especial. E também tinham os esquilos pulando pelas árvores e correndo pela grama. Alguns estavam hiperativos e rolavam pela grama meio alterados. Depois fiquei sabendo que era comum ocorrer de alguns esquilos coletarem restos de crack extraviados e ficarem alucinados tendo reações bizarras e até mesmo atacando pessoas! Naturalmente me preocupa mais a saúde desses pequenos roedores do que o ataque de um eventual Mr. Hyde em miniatura.

No parque tem também um obelisco egípcio meio que perdido no meio do gramado. Se trata de um “presente” do governo Egípcio em 1878 em troca de uma grana dos EUA. Ele é conhecido como Cleopatra`s Needle (Agulha de Cleopatra) e foi construído no Egito há milhares de anos. É bem bonito, mas me pareceu meio destoante no meio daqueles arbustos. Passamos pelo Reservatório Jacqueline Kennedy Onassis, onde havia um monte de patos selvagens, comorões e mergulhões nadando numa grande lagoa. Pouco depois saímos do parque e nos dirigimos ao apartamento, pois já estava dando a hora de partir pro aeroporto. Pegamos as mochilas e ainda na rua, paramos na lanchonete El Aguila e compramos, por $6 cada, uns burritos bem servidos pra comer mais tarde e não ter de morrer numa grana no aeroporto.

Tomamos o metrô rumo ao aeroporto e lá embarcamos por volta das 14h. A previsão era de chegar em Amsterdã no dia seguinte de manhã cedo. Uma nota curiosa é que íamos tomar um avião para Amsterdã, na Holanda, desde uma cidade que fora primeiramente ocupada por colonos holandeses. Nova Iorque foi primeiramente chamada de Nova Amsterdã e só teve o nome mudado quando os ingleses ocuparam definitivamente aquela parte da América. Tanto que estávamos ficando no Harlem, que é um nome de origem holandesa.

Inclusive, esses dois lugares tem uma conexão com nosso país. Pois quando Portugal iniciou a perseguição aos judeus que lá viviam, muitos foram para a Holanda e muitos outros para nosso Brasil. Em Recife, imigrantes judeus construíram, em Recife, a primeira sinagoga da América. E esses mesmos judeus, em pouco tempo vieram a emigrar para New York, onde hoje há uma gigante população judaica e sedia negócios dos judeus mais poderosos do mundo.Image

Anúncios

Um pensamento sobre “10 de Dezembro de 2012 – See ya soon, New York!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s